Capacitar os empresários e comerciantes para gerar lucro, competitividade saudável e, consequentemente, mais renda no município. É com esta ideia que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio, conseguiu trazer mais uma palestra do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para o município. Desta vez o tema foi: “Cliente satisfeito gera lucro para empresa”. Cerca de 200 pessoas participaram — todos empresários e comerciantes ibiunenses. O encontro aconteceu no dia 9 de abril, no Centro Cultural de Ibiúna (CCI). “Ficamos muito felizes com o resultado. O público gostou e já pediu bis. Vamos continuar trabalhando para proporcionar mais capacitações como esta no município”, enfatizou o secretário de Indústria e Comércio.

O Chefe do Executivo também participou e destacou a importância deste trabalho para o desenvolvimento da cidade.  “Capacitação significa progresso e é por isso que trabalhamos em conjunto com o Sebrae ” , que é um grande órgão que tem ajudado muito o pequeno, médio e grande empreendedor. “Ibiúna só tem a ganhar com essa parceria”.

O palestrante da noite foi Darcy Paulino Lucca Júnior. De forma divertida e interagindo com o público, ele falou sobre técnicas e ações para melhorar as atividades da empresa e aumentar os lucros.  Ele destaca, ainda, a iniciativa da Prefeitura em trazer a palestra. “Assim como o senso comum diz que temos que investir na qualificação da mão de obra, acredito que o município deva ir além do senso comum e qualificar os empreendedores também para que a cidade tenha empresas fortes e competitivas e é isso que as palestras do Sebrae fazem”. Thiago finaliza elogiando a Secretaria de Indústria e Comércio. “O secretário sempre foi muito prestativo, se algo foge da alçada dele, ele logo trata de me passar um contato que certamente vai resolver o meu problema, sempre fui muito bem atendido”.

Vale destacar que a palestra é uma parceria entre a Prefeitura e o Sebrae e contou com apoio da Associação Comercial e Empresarial de Ibiúna (ACE) e Centro Cultural de Ibiúna.

Fonte Voz de Ibiúna